Páscoa: Jesus não morreu por “nossos pecados” e sim por enfrentar o sistema e a cobiça

 

Alberto Maggi –17 abril 2022 –Foto: “A Coroa de Espinhos” de Caravaggio -Tradução de Francisco Cornélio

Jesus foi assassinado pelos interesses da casta sacerdotal no poder, aterrorizada pelo medo de perder o domínio sobre o povo e, sobretudo, de ver desaparecer a riqueza acumulada às custas da fé das pessoas.

[…]