O racismo de quem chora pela Ucrânia, mas ignora a dor que está ao seu lado

 

Beatriz Drague Ramos – 28 Fevereiro 2022

Foto: Divulgação/Redes da Maré.Desenho de criança retrata a violência policial na Maré, em 2018

Situação de violência cotidiana contra a populaçãopobre e negra no Brasil é banalizada e incomoda menos do que guerra na Europa, dizem moradores de comunidades do Rio.

Som […]