Começa a disputa EUA x China na Era Biden

OUTRASPALAVRAS – GEOPOLÍTICA & GUERRA

–  14/04/2021  – Foto:Daqui

Nova estratégia geopolítica: ofende Pequim, indica um linha-dura para a CIA e destina trilhões à recuperação da economia. Pretende recuperar mercados – isso também explicaria golpes na América Latina, quando era vice-presidente?

 

Ao final de março, o governo estadunidense anunciou um impressionante programa de investimentos em infraestrutura, que pode totalizar US$ 2,3 trilhões. Os investimentos previstos pelo pacote abrangem desde obras em rodovias, até assistência a famílias, desenvolvimento de novas tecnologias, etc.

  • O pacote de Joe Biden é o terceiro aprovado pelo país desde o início da pandemia.
  •  Ao todo, já foram gastos US$ 5 trilhões em programas de ajuda econômica, ou seja, cerca de 25% do PIB americano.
  • Como vem mais um pacote ao final de abril, voltado para o atendimento às famílias, o financiamento total do plano pode atingir US$ 6 trilhões.

Com o plano, também,

  • o governo norte-americano tentará tirar a economia da grave crise em que se encontra
  • e reverter uma tendência muito forte nos EUA, nas últimas décadas,
  • que é o aumento da desigualdade.

Para isso o governo pretende investir pesadamente em setores como

  • infraestrutura,
  • desenvolvimento de novas tecnologias
  • e novas leis de valorização do trabalho.

__________________

Está ainda no horizonte do governo a realização de uma reforma tributária, que possibilite uma melhor distribuição da riqueza no país.

__________________

A medida está também relacionada à disputa dos Estados Unidos com a China por mercados mundiais, que tende a se acirrar muito nos próximos anos, como a postura do novo governo estadunidense está demonstrando.

Biden

  • tem subido o tom contra os seus principais rivais
  • e recentemente criticou Xi Jinping e Vladimir Putin por não “acreditarem na democracia”
  • e chamou os regimes destes de autocracias.

Numa entrevista recente à ABC News, provocado pelo apresentador, Biden afirmou que Putin era um “assassino”.

A propósito, vale a pena assistir o vídeo com a impressionante resposta de Vladimir Putin a ofensa do presidente dos EUA.

 

A retomada dos investimentos públicos é uma tentativa de competir com o modelo de desenvolvimento econômico chinês.

O objetivo é deslocar a China de todos os mercados onde os EUA acham que aquele país estaria com dimensão “exagerada”.

  • Há uma avaliação, por parte do governo Biden,
  • que a China está ocupando um espaço econômico desproporcional ao seu poderio geopolítico e militar no mundo.

Quem estuda um pouquinho a história da economia no mundo, incluindo a história das guerras mundiais, sabe que poderio econômico no mundo e capacidade bélica são fatores intimamente ligados.

Alguém tem dúvidas, por exemplo, que os golpes na América Latina foram perpetrados, também, visando baixar a bola da China na Região? Quem lembra ainda que, em 2015, o primeiro-ministro chinês veio ao Brasil para selar 35 acordos bilionários com o governo Dilma Rousseff? 

Destes, um dos mais ambiciosos

  • era o projeto ferroviário transcontinental que deve percorrer o Brasil de leste a oeste,
  • atravessar a cordilheira dos Andes até chegar aos portos peruanos.

O objetivo era facilitar a exportação de matérias-primas do Brasil e do Peru para o mercado chinês. Sairia uma linha do Tocantins até chegar ao Peru, com ganhos para os produtores com a redução de custo na logística.

____________________________

Tudo indica que estes planos foram decisivos para a tomada de decisão dos EUA, de acelerar o golpe no Brasil.

____________________________

À época, Brasil e China anunciaram ainda um fundo de investimentos de 53 bilhões de dólares, do banco estatal ICBC,

  • para garantir investimentos em infraestruturas,
  • que incluía rodovias, ferrovias, linhas de transmissão para o setor elétrico, e projetos de telecomunicações.

Em 2014 o comércio bilateral tinha sido de 79 bilhões de dólares e a intenção dos dois governos era chegar rapidamente a 100 bilhões de dólares. Os dois países assinaram ainda acordos nas áreas de: Defesa Nacional, para o sensoriamento conjunto da Amazônia, energia eólica e telefonia.

  • Segundo o governo brasileiro o objetivo dos acordos era inaugurar uma etapa superior no relacionamento entre Brasil e China.
  • Alguém pode ainda duvidar que essa aproximação foi decisiva para a tomada de decisão do golpe de 2016?

_______________________

Apesar da impressionante envergadura, os montantes dos planos estadunidenses ficam muito aquém dos investimentos mobilizados pelos chineses na chamada Nova Rota da Seda.

_______________________

  • Programa lançado em 2013, com investimentos estimados entre US$ 4 e US$ 8 trilhões,
  • os chineses realizam projetos de infraestrutura que se estendem por países da Ásia Central, Sudeste Asiático, Oriente Médio, África e Leste da Europa.

A relação China x Estados Unidos vive um momento decisivo,

  • com tendência a ficar cada vez mais tensa,
  • em meio a uma série de disputas sobre comércio, direitos humanos e as origens da covid-19.
  • Numa ação recente, os Estados Unidos colocaram na lista negra dezenas de empresas chinesas que afirmam ter ligações com os militares.

Joe Biden vem criticando a China por seus “abusos”no comércio e em outras questões. Retornou com força também, e de forma articulada, inclusive na grande mídia norte-americana, a hipótese de que o vírus da covid-19 se originou na China.

A linha da política internacional de Biden pode ser medida pela indicação que fez para diretor da Agência Central de Inteligência (CIA), William Burns.

Burns afirmou a um comitê do Senado que

  • vê a competição com a China, e a contraposição à sua liderança “antagonista e predatória”,
  • como essencial para a segurança nacional norte-americana.

Disse ainda:

“Superar a China será essencial para nossa segurança nacional nos dias à frente”.

Para Burns,

  • a China é o primeiro desafio que os Estados Unidos enfrentam neste governo, o que reflete posições já expressas pelo próprio Biden e por funcionários do seu governo.
  • Para ele, embora os Estados Unidos possam cooperar com a China em questões fundamentais, como a não proliferação de armas nucleares, o gigante asiático é um “adversário formidável e autoritário”.

Os últimos dados dos EUA mostram ótimos resultados no mercado de trabalho. Foram gerados mais de 900 mil empregos em março e o desemprego caiu para 6%. Há uma recuperação dos chamados indicadores de confiança do mercado. Mas o cenário ainda é muito nebuloso.

  • Há possibilidades de elevação da inflação, com o forte aumento dos preços de commodities: agrícolas, metálicas, combustíveis e bens industriais.
  • Isso em meio ao imenso estímulo monetário que o governo vem promovendo, o que aumenta o risco de maior inflação.
  • E há muitas dúvidas sobre o tempo de aprovação das medidas do pacote, no Congresso Nacional. O governo precisa aprovar rapidamente, mas a oposição tende a ser dura, especialmente quanto a alguns aspectos do pacote.

Vale lembrar que

  • o governo dos EUA, que agora encaminha um plano ambicioso de recuperação da economia,
  • e que está em pânico com o avanço econômico e político da China no mundo,
  • é o mesmo que perpetrou o golpe no Brasil, em 2016, inclusive com Biden na vice-presidência do país na ocasião.

________________________

Com o golpe, interromperam uma série de governos de esquerda que, apesar de moderados e reformistas, contrariavam os interesses dos EUA na Região (especialmente por sua postura nacionalista).

________________________

 

O protagonismo dos EUA nos golpes na América Latina, que rapidamente vai sendo comprovado pelas denúncias da Vaza Jato, do STF do Brasil, e outras, é relativamente fácil de compreender.

  • Para o centro capitalista continuar dominando, especialmente em época de grave crise internacional,
  • os países subdesenvolvidos têm que continuar nesta condição.
  • Não podem dispor de refinarias ou de reservas bilionárias de petróleo, ou de indústria sofisticada.

No caso do Brasil,

  • o golpe recente foi dado também para garantir o acesso sem limites, além do petróleo,
  • às reservas de água existentes na região, os minerais de todos os tipos e toda a biodiversidade da Amazônia.
  • País subdesenvolvido não pode ter acesso também ao ciclo da energia nuclear, por isso o vice-almirante Othon Luiz Pinheiro da Silva (ex-presidente da Eletronuclear), foi preso pela Lava Jato ainda em 2015.

 

Sec Curitibanos ::.

 

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>