Manifestantes protestaram contra o homicídio de soldador negro em loja do Carrefour