Filipinas: o Brasil de amanhã?

Antonio Martins – 02/11/2018 – Foto: Duterte / Outras Palavras

“Durante quase dois anos, a popularidade de Duterte manteve-se nas alturas, em torno dos 80%. Amparado por ela, ele passou a reprimir também o ativismo político – ou a terceirizar a perseguição a este. No início de 2017, o Partido Comunista foi sacado do […]