Como a educação brasileira reforça o racismo e apaga os heróis negros da história do Brasil

O assassinato de João Alberto Silveira Freitas, um homem negro de 40 anos, na véspera da comemoração do Dia da Consciência Negra no Brasil, gerou fortes protestos em diferentes cidades do país.

Daniele Madureira – De São Paulo para a BBC News Brasil – 21/11/20

23 de novembro de 2020 | Categoria: "No Brasil não existe racismo": afirmou nestes dias o "douto" Vice-Presidente Hamilton Mourão | Deixe um comentário