Macron x Mourão: declaração de vice brasileiro sobre soja é ‘achismo’, diz especialista

POLÉMICA Brasil-França

Emmanuel Macron e Hamilton Mourão

“O depoimento do general (vice-presidente, Hamilton Mourão) é apenas um achismo (não se baseia em evidências científicas)”, diz à BBC News Brasil Britaldo Soares-Filho, professor do Departamento de Cartografia do Instituto de Geociências da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Prof. Britaldo Soares-Filho – Foto: DAQUIProfessor » Britaldo Silveira Soares Filho » Instituto de Geociências » Departamento de Cartografia » Somos UFMG

Ele é coautor de um artigo publicado na revista científica Science no ano passado que mostrou que

  • 20% da soja brasileira produzida na Amazônia e no Cerrado exportada anualmente para a União Europeia (UE)
  • podem ter saído de áreas de desmatamento ilegal.

Nesta quarta-feira (13/01), questionado por jornalistas sobre as declarações do presidente da França, Emmanuel Macron, sobre o desmatamento na Amazônia e a produção de soja no Brasil, o vice-presidente Hamilton Mourão disse que o líder francês “desconhece” a produção de soja no Brasil.

Segundo Mourão, que é presidente do Conselho Nacional da Amazônia,

  • a produção agrícola no bioma é “ínfima”
  • e Macron apenas “externou interesses protecionistas dos agricultores franceses”.

Um dia antes, Macron disse que

“continuar a depender da soja brasileira seria ser conveniente com o desmatamento da Amazônia”.

Em um vídeo publicado em sua conta oficial no Twitter na terça-feira (12/01), o presidente francês fala em “não depender mais” da soja brasileira e produzir o grão na Europa.

Pule Twitter post, 1

Final de Twitter post, 1

“Nós somos coerentes com nossas ambições ecológicas, estamos lutando para produzir soja na Europa”, disse o francês.

Ao rebater as declarações de Macron, Mourão afirmou, inicialmente em francês, que ele não estava bem.

  • Monsieur Macron? Monsieur Macron n’est pas bien (Senhor Macron? Senhor Macron não está bem).
  • Monsieur Macron desconhece a produção de soja no Brasil.
  • Nossa produção de soja é feita no cerrado ou no sul do País. A produção agrícola na Amazônia é ínfima”,

disse Mourão a jornalistas na entrada da Vice-presidência em Brasília.

Ele acrescentou que o Brasil tem menos de 8% da sua área dedicada à agricultura, enquanto a França, mais de 60%.

Segundo Mourão, o país europeu não tem condições de competir com o Brasil na produção de soja.

“Nesse aspecto, na questão da produção agrícola, damos de 10 a 0 neles, franceses. Nada mais, nada menos Macron externou interesses protecionistas dos agricultores franceses, faz parte do jogo político”, assinalou.

Mas não é o que mostra o estudo do qual participou Soares-Filho, da UFMG, intitulado “As maçãs podres do agronegócio do Brasil”.

Segundo o artigo, assinado por pesquisadores do Brasil, Alemanha e Estados Unidos,

  • cerca de 2 milhões de toneladas anuais de soja ilegalmente cultivada
  • podem ter chegado nos mercados do bloco europeu durante os últimos anos.
  • Desse total, 500 mil toneladas vieram da Amazônia.
  • Aproximadamente 40% (13,6 milhões de toneladas) das importações anuais de soja da União Europeia são provenientes do Brasil
  • e 69% desse total, da Amazônia e do Cerrado.

Para chegar a essas conclusões,

  • os pesquisadores desenvolveram um software de alta potência ― usando dados públicos e mapas―
  • para analisar 815 mil propriedades rurais dos dois biomas
  • e identificar as áreas de desmatamento ilegal recente associadas à produção de soja e carne bovina.

“Nosso trabalho foi publicado em uma das principais revistas científicas do mundo depois de um longo processo de revisão pelos pares.

Enquanto que o depoimento do general é apenas um achismo (não se baseia em evidências científicas).

Aliás, ele mesmo tem fracassado no seu objetivo frente ao conselho da Amazônia de reduzir o desmatamento na Amazônia”,

diz Britaldo Soares-Filho à BBC News Brasil por email.

O estudo também revelou que

  • cerca de 45% das propriedades rurais da Amazônia
  • não têm o mínimo de reserva legal exigida pelo Código Florestal
  • ou não respeitaram as regras de conservação de Área de Preservação Permanente.
  • No Cerrado, cerca de 48% das propriedades não obedecem a essas regras.

O Brasil é o maior produtor mundial de soja, seguido pelos Estados Unidos e Argentina. O grão é destinado principalmente à alimentação de gado leiteiro e de corte.

Preocupados com a destruição da floresta amazônica,

  • alguns países europeus já sugeriram que a União Europeia suspenda a compra de carnes e soja do Brasil
  • e até mesmo não leve adiante o acordo comercial entre o Mercosul e o bloco europeu.

Em 2019, líderes europeus, entre eles Macron, criticaram o governo brasileiro, durante os i

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>