Como os EUA roubam petróleo de outros países com as palavras mágicas “Ameaça Comunista”, e tem apoio de Bolsonaro – texto viral na web

Como os EUA roubam petróleo de outros países com as palavras mágicas "Ameaça Comunista", e tem apoio de Bolsonaro – texto viral na web

 

Por Dino Barsa– 04/01/2020

Texto de Luiz Condessa viraliza nas redes,

  • após crise EUA x Irã com apoio de Bolsonaro,
  • que lembra a crise EUA x Venezuela, com apoio de Bolsonaro,
  • que lembra o Golpe 2016 com o impeachment de Dilma e prisão de Lula, com apoio de Bolsonaro,

só que este não precisou de crise com os EUA.

 

Antes de expôr o texto a que esta postagem se refere, é preciso fazer algumas considerações importantes, após as quais

  • o Et Urbs Magna reproduz fielmente, sem alterações,
  • a composição viral nas redes,
  • conforme o site recebeu várias vezes de seus seguidores. Vamos lá:

É notório que todos conhecem o discurso de Bolsonaro e de toda a direita do Brasil contra Lula e o PT, acusados, ele e seu partido, de “tocarem o terror” na economia do país. Mas o que está por trás desta fala sobre uma suposta corrupção de Lula e Partido dos Trabalhadores – a maior sigla esquerdista América Latina?

Entenda, com a ajuda deste texto viral, que

  • o presidente brasileiro não passa de uma mera peça em um imenso jogo internacional de poder onde só há um interesse: o petróleo.
  • Ah, e o lítio da Bolívia também (leia aqui), assim como outras riquezas minerais que estejam, ou venham a estar, movimentando a roda da economia mundial.

Isto se chama geopolítica.

Jair Bolsonaro nem era pra estar onde está. E só entrou no jogo por seu oportuno populismo, após ter sido lapidado por uma máquina internacional ‘construída’ aqui mesmo no Brasil dos mentecaptos; analfabetos políticos, pobres de direita, etc. Gente simples que não tem muita culpa, não, porque é movida à paixões em sua busca pela felicidade.

Na verdade a culpa mesmo

  • é desta restrita classe que manipula com maestria todos os mecanismos deste jogo,
  • causando as chamadas ilusões populares
  • e gerando uma certa loucura das massas.
  • E isso não lhes desperta sentimento algum de piedade.

Esta ‘classe de humanos’,ou desumanos,

  • somente visa estabelecer o poder,
  • limitando o acesso ao que constitucionalmente é obrigada a permitir
  • (o acesso) nos chamados portais de transparência
  • justificando a que vieram aos seus eleitores.

Mas o que acontece, em verdade, é que

  • funcionam com um único fim de obter lucro,
  • o qual cada vez menos se destina ao povo,
  • indo parar nas mãos, tão somente, daqueles que conduzem os destinos de todos nós.

Conclusão: Estes em quem votamos a cada dois anos têm papel fundamental na geração do grau de tua felicidade.

Há uma máxima que costumo repetir no início que qualquer discussão para qualquer um que me apresente dúvidas sobre política. Algumas destas pessoas odeiam política; outras, querem entender política.

A máxima está destacada abaixo, em negrito, e serve para desencadear as reações e indagações, que sempre espero, em uma eventual conversa com leigos. Aí está:

“Somente a esquerda governa para o povo”

Sim, isso mesmo. E se você não compreende isso, não sabe sequer o significado da palavra “POLÍTICA”.

Como ainda há muito assunto a ser desenvolvido sobre o tema, melhor parar por aqui e deixá-lo, ou deixá-la, com o texto prometido no título desta matéria.

  • Recebi hoje
  • e repasso a você, leitor, ou leitora,
  • pois o tema está em voga desde que se iniciou o conflito entre os EUA e o Irã.

Você já pode ter lido tal mensagem deste texto viral, pois também publicamos em 2017, bem como outros portais o fizeram, e neste momento, viraliza na web.

Tome o texto, tire sua conclusão e reflita sobre as últimas notícias.

Boa leitura: 👇


 

“Até 1953 a Inglaterra ficava com 90% do faturamento do petróleo no Irã. Depois de anos buscando um acordo mais justo, tipo 50%-50%, um político iraniano democraticamente eleito, Mohammed Mossadegh nacionalizou a porra toda.

A Inglaterra pediu ajuda aos EUA usando as palavras mágicas: “ameaça comunista”. De novo essa conversa mole.

O Irã nacionaliza o petróleo iraniano e isso chega na City of London e Wall Street como “ameaça comunista”.

Os dois “aliados”deram mais um golpe de Estado para lista, colocaram um Rei/ditador pilantra e sanguinário no poder, o Xá Reza Pahlevi, e mamaram petróleo barato direto do solo iraniano.

Essa moleza só terminou quando o Aiatolá Khomeini passou o cerol em geral na Revolução Iraniana em 1979.

Até então os EUA eram um país admirado pelo Irã, só os britânicos tinham o filme queimado.

Processo parecido aconteceu na Indonésia quando o presidente Sukarno nacionalizou o petróleo, foi chamado de comunista, derrubado pela Holanda, França, EUA e Inglaterra, que colocaram um ditador chamado Suharto no poder e este por sua vez promoveu um genocídio de meio milhão de pessoas em poucos meses.

E só para lembrar, a Venezuela tem a maior reserva de petróleo do mundo… daí vocês já imaginam quais são os interesses internacionais para aquele país.

O recente golpe parlamentar no Brasil, patrocinado pelos “Estados Unidos”, teve também como principal objetivo a usurpação do nosso Petróleo, especialmente o petróleo do pré-sal. Como desculpa, a corrupção e os comunistas do PT.

Então, da próxima vez que você se perguntar: “nossa, de onde vem essa raiva toda?”, não é raiva, é apenas noção de que esses interesses econômicos se repetem.

Lembrem-se disso e do pensamento do “liberal” Mises, que anda bastante em voga na cabeça dos brasileiros (menos Marx, mais Mises, lembra?), que dizia que a democracia popular é a maior ameaça ao capitalismo e que o fascismo salvou a civilização europeia.

E para manter uma nação submissa e colonizada, além de saquear suas riquezas, é necessário impedir o seu desenvolvimento intelectual e Cultural.

Veja o que está acontecendo no Brasil em nosso sistema educacional, especialmente com as Universidades e com os Institutos de Pesquisa.

(Por LUIZ CONDESSA)

_________________________________________________________________________

Comments are closed.