Instagram vai acabar com likes nos EUA, que passam a ser “privados”

  –  09/11/2019 
Foto – O Facebook também já admitiu ponderar esconder o número de “gostos” / PAULO PIMENTA
O objectivo é tirar a pressão dos utilizadores mais jovens que usam a aplicação. 
Desde Abril que diversos utilizadores da aplicação móvel no Brasil, Austrália, Canadá, Nova Zelândia, Japão, Irlanda e Itália também já não vêm a contagem de “gostos” – likes (NdR) nas suas fotos.

A junção dos EUA à lista foi anunciada este sábado pelo próprio Adam Mosseri, presidente executivo da rede social, durante um evento promovido pela revista de tecnologia Wired nos EUA. Para Mosseri, não se trata do fim dos likes mas do aparecimento de likes privados”.

“O nosso foco são as pessoas mais novas”, admitiu Mosseri, em palco:

“A ideia é tirar a pressão do Instagram. Tornar as coisas menos competitivas, criar espaço para as pessoas conectarem-se as pessoas de que gostam e coisas que as inspiram.”

A decisão do Instagram surge numa altura em que a rede social acumula críticas de glamorizar comportamento autodestrutivo. Em Maio, uma jovem de 16 anos na Malásia suicidou-se com base nos resultados de uma sondagem no Instagram. No começo do ano,

  • a rede social também começou a esconder publicações que mostram actos de automutilação (as fotografias em questão passam a estar desfocadas até que um utilizador escolha vê-las voluntariamente)
  • depois de críticas de encarregados de educação sobre a popularidade de fotografias que mostram comportamentos destrutivos naquela aplicação.

De acordo com tutoriais de utilizadores brasileiros, o número de “gostos” apenas desaparece da aplicação móvel (ou seja, a contagem continua acessível no site) e há várias aplicações que podem ser descarregadas para se continuar a ver informações sobre a conta dos amigos, incluindo o número de “gostos” que essas contas recebem.

Em Setembro, o Facebook também admitiu ponderar esconder o número de reacções (sejam “gostos”, reacções de “ira”, “amor”, “tristeza” ou “surpresa”) que os utilizadores vêm no site.

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>