Aras afirma que alertou Bolsonaro: “Não vai poder mandar, desmandar”

Roberto Jayme/Ascom/TSE

Foto: ROBERTO JAYME/ASCOM/TSE

Em conversa com o senador Alessandro Vieira (Cidadania_SE), o indicado à PGR relatou um diálogo que teve com o chefe do Executivo

O subprocurador-geral Augusto Aras, indicado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), para assumir o cargo de procurador-geral da República no lugar de Raquel Dodge, disse nesta sexta-feira (12/09/2019) ter alertado o chefe do Executivo de que ele [Bolsonaro] “não vai poder mandar e desmandar” no órgão.
A declaração foi feita durante uma conversa de Aras com o senador Alessando Vieira (Cidadania-SE), registrada por um cinegrafista da TV Globo. O subprocurador-geral tem procurado senadores em busca de apoio antes na sabatina a qual será submetido no Senado. Após a discussão, sua nomeação será votada pelo plenário da Casa.

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>