4.na “guerra comercial” com a China, as divergências entre europeus e americanos são mais de método do que de conteúdo. Nos dias anteriores às eleições, o Presidente adoçou um pouco a sua retórica, declarando que os dois lados se estavam a aproximar de um entendimento em matéria comercial, enquanto Mike Pompeo anunciava que a China seria um dos oito países isentos durante seis meses de aplicar as sanções petrolíferas contra o Irão. Neste domínio, não há no Congresso qualquer divergência entre Trump e os democratas.