Canonização de Paulo VI e Dom Romero: duas vidas dedicadas à Igreja

Mons Oscar Arnulfo Romero con Paolo VI

Foto: Papa Paulo VI e Dom Romero 

13 outubro 2018 Foto: VaticanNews

Amanhã, domingo, 14 de outubro, por ocasião da Missa de Canonização dos novos santos, Paulo VI e Dom Óscar Arnulfo Romero, serão esperadas cerca de 70 mil pessoas estarão presentes.
Em uma coletiva na Sala de Imprensa falou-se sobre os novos santos

Cidade do Vaticano

Homens santos, homens de fé, de oração, de completa dedicação ao Evangelho. Paulo VI e Dom Romero foram essencialmente o reflexo da luz de Cristo. São palavras do cardeal Angelo Becciu, prefeito da Congregação para a Causa dos Santos  e do cardeal Gregorio Rosa Chávez, bispo auxiliar de San Salvador durante a coletiva na Sala de Imprensa da Santa Sé.

Paulo VI, testemunha da fé

Ao recordar Paulo VI, o cardeal Becciu deteu-se em algumas peculiaridades de Montini como o amor pela oração e a sua humildade “não artificiosa, mas conatural” que se exprimia no típico gesto de inclinar-se beijando a terra.

“A sua vida – disse o cardeal – foi um dom a Deus e à Igreja porque a sua caridade nascia do coração, da predisposição da alma”.

O cardeal Becciu evidenciou um ponto fundamental de Paulo VI: “Não era o homem do sorriso, mas de uma profunda serenidade”.

Levou adiante o Concílio Vaticano II, sofreu abertas contestações principalmente depois da publicação da encíclica Humanae Vitae,

“depois desta encíclica – falou o prefeito Becciu – sabia o que o esperava: impopularidade, mas ele respondia com a sua consciência e não buscava aplausos. Para ele estava sempre em primeiro plano: Deus, a sua consciência e a Igreja”.

Uma luz que apesar das oscilações da história jamais se apagará.

Dois santos nossos contemporâneos. Foto: a12

Dom Romero, homem da reconciliação

Depois de apresentar brevemente os outros Santos, a palavra passou para o bispo auxiliar de San Salvador, o cardeal Gregorio Rosa Chávez que recordou todos os eventos que serão realizados por ocasião da canonização de Dom Romero. Para a cerimônia virão mais de 5 mil salvadorenhos e mais 2 mil de outras partes do mundo.

Sobre Dom Romero disse: “Era um homem tímido, mas também um perfeccionista que indicava sempre a convesão do coração como único caminho para a reconciliação do país”.

Vidas dedicadas à Igreja

Cardeal Becciu confirmou que Bento XVI não estará presente na Missa de canonização de domingo e que Paulo VI está sepultado  nas Grutas do Vaticano porque no seu testamento dizia que queria ficar “na terra nua”. Para o cardeal tanto Paulo VI como Dom Romero são homens que deram suas vidas à Igreja.

 

Vatican News

Fonte: https://www.vaticannews.va/pt/igreja/news/2018-10/canonizacao-paulo-vi-becciu.htmlc

 

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>