Carta de Frei Beto para o general Braga Neto, interventor no Rio de Janeiro

 Foto: Cartas Proféticas -Reprodução

“Sua missão será tão inútil quanto a das UPPs se acreditar que a violência que assola o Rio é culpa apenas do narcotráfico, dos bandidos e das milícias

As causas é que precisam ser urgentemente combatidas: a desigualdade social, o sucateamento da escola pública, o desemprego, a falência do sistema de saúde”.

“General, o Rio precisa de intervenção cívica, e não militar. O Estado fluminense e a prefeitura carioca estão acéfalos.

Em 10 anos de implantação das UPPs houve tempo suficiente para evitar que uma geração de crianças e jovens escapasse das garras do narcotráfico.

Cometeu-se o equívoco de instalar

  • postos policiais nas comunidades,
  • e não escolas,
  • cursos profissionalizantes,
  • quadras de esportes,
  • oficinas de dança, teatro, música e literatura.

O Exército brasileiro acumula uma história de fracassos.

  • Promoveu um genocídio no Paraguai, e até hoje os arquivos da guerra no século XIX são mantidos secretos para não envergonharem a nossa história militar.
  • Fez uma matança desnecessária em Canudos para evitar que os nordestinos se livrassem da tutela dos donos de engenhos.
  • Deixou-se manipular pela Casa Branca, em 1964, para derrubar o governo democraticamente eleito de Jango, e implantou uma ditadura que durou 21 anos.

Não permita, general, que haja novo fracasso. Não autorize seus soldados a se transformarem em assassinos fardados que, ao ingressar nas comunidades, primeiro atiram e depois interrogam.

Sua missão será tão inútil quanto a das UPPs se acreditar que a violência que assola o Rio é culpa apenas

  • do narcotráfico,
  • dos bandidos
  • e das milícias.

 

Exército na favela, que a Globo chama “comunidade” – Foto: Rede Brasil Atual

 

As causas é que precisam ser urgentemente combatidas:

  • a desigualdade social,
  • o sucateamento da escola pública,
  • o desemprego,
  • a falência do sistema de saúde.

Não admita que seus soldados e oficiais sejam corrompidos, como ocorre a tantos policiais e autoridades que engordam a conta bancária ao fazer vista grossa para o crime organizado.

  • De onde procedem as sofisticadas armas em mãos dos bandidos?
  • Quem os mantém previamente informados das operações repressivas?

Os problemas não estão apenas nos morros. Estão sobretudo no asfalto, onde residem os que alimentam o narcotráfico,

  • os políticos corruptos,
  • os que permitem que o nosso sistema carcerário seja sede do comando do crime.

Salve a imagem do Exército, general. E convença os governantes do povo fluminense e carioca a renunciarem, para que sejam convocadas eleições antecipadas. A democracia é sempre a melhor alternativa!”

 

Imagem relacionada

Frei Beto*

*Carlos Alberto Libânio Christo, ou Frei Beto,  é          frade dominicano e escritor brasileiro. É natural de Belo Horizonte (MG).

Fonte: http://www.jav.inf.br/2018/02/26/carta-de-frei-beto-para-o-general-braga-neto-interventor-no-rio-de-janeiro/

3 comments to Carta de Frei Beto para o general Braga Neto, interventor no Rio de Janeiro

  • Beto

    Frei Beto, Leonardo Boff, alguns da Hierarquia da Igreja Católica, todos super íntimos do Lula e da Dilma, não foram capazes de orientar estes petistas para transformar o Brasil numa verdadeira democracia durante os 13 anos do Governo petista. Eles tinham tudo para criar um Brasil mais justo, mas preferiram seguir esta ideia idiota do Forum São Paulo para implantar no Brasil e na Amercia Latina o socialismo comunista que em nenhum país deu certo. Agora vem o Frei Beto, falando de novo estas bobagens. Ele e os demais foram totalmente omissos durante o governo petista. Que eles se calem.

  • Irene Cacais

    É, Beto, tudo aqui é culpa do Lula, de Dilma, do PT. Os outros partidos e “personagens” que temos por aí, são todos “anjos”, pessoas do bem…. E, pra falar em comunismo, seria preciso estudar um pouquinho de história. Brasileiro sempre fala em comunismo sem saber o que é…..Tudo herança do governo militar, em que se uma pessoas falava em ajudar pobres, era logo um comunista…..

  • Ednaldo dos Santos Costa

    É isso mesmo, Irene. O PT ficou de 2003 até 2017 no governo, tempo suficiente para “instalar o comunismo” e cadê? Se o PT quisesse mesmo fazer o que o acusam de fazer já teria feito.
    O que fizeram foi dar dignidade aos mais pobres, foi fazer com que os filhos da empregada doméstica, do pedreiro, do porteiro, do lavrador sonhassem e alcançassem o sonho de entrar em uma universidade; o que o PT fez foi distribuir renda e tirar o país do mapa da fome (agora voltou, parabéns, pra quem apoiou o golpe). O problema deste país é que ele foi formado por uma aristocracia que não admite viver sem privilégios. Foram 500 anos de exploração aos mais pobres, bastou um governo dar chance aos que nunca tiveram chance pra armarem todo um processo político – jurídico – midiático contra a política de redistribuição de oportunidades.
    Tem que ser muito obtuso pra não perceber que tudo está armado pra acusar apenas uma bandeira, apenas uma cor, apenas uma corporação partidária. Parece que o país ficou 500 anos sendo um paraíso, mas a partir de 2003 que se instalou o mal por aqui.
    Eu me recuso a fazer eco a esta corja golpista que se armou neste país. A esquerda tem sim seus defeitos, seus erros e ela deve pagar por isso, mas do jeito que estão mostrando, como se SOMENTE a esquerda fosse a causa de todo mal deste país é que não dá pra admitir.

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>