Reitor de seminário confessa: “Tenho dois filhos, deixo a batina”

Novo escândalo sexual entre os legionários de Cristo. Substituído em agosto, a congregação religiosa revela agora o verdadeiro motivo

Rettore di seminario confessa: "Ho due figli, lascio la tonaca"

Paolo Rodari -8/10/17 – Cidade Vaticano

Foto: O ex-reitor, Padre Oscar Turrion

“Em março, o padre Turrion tinha informado os seus superiores que havia tido um relacionamento com uma mulher e já era pai de uma filha.  –  Por meio do Vaticano, a Congregação tinha encontrado rapidamente um novo reitor, mas foi somente nas últimas semanas que o padre revelou ter tido um segundo filho do mesmo relacionamento, explicando que por esse mesmo motivo estava disposto a deixar o sacerdócio.”

Tradução: Orlando Almeida

No dia em que o Papa Francisco lembra aos reitores de seminários, aos diretores espirituais e aos bispos presentes numa audiência concedida à Congregação do Clero que “é preciso menos ambição”, um novo escândalo atinge a Igreja e um seminário de direito pontifício, o Colégio Internacional Maria Mater Ecclesiae, mantido pelos Legionários de Cristo, isto é, pelo movimento eclesial fundado pelo sacerdote Marcial Maciel Degollado, ele também autor de abusos e violências contra menores.

Desta feita, os fatos foram divulgados pela própria Congregação religiosa: de fato, o ex-reitor do Mater Eccelesiae, padre Oscar Turrion, admitiu ter um relacionamento com uma mulher e dois filhos. Turrion já havia sido substituído em agosto passado, mas somente agora os seus confrades quiseram divulgar publicamente os motivos dessa substituição.

 

A firme e longa proteção de João Paulo II com Marcial Maciel, confesso violador de menores, etc, é objeto de muitas críticas e deixa muitas dúvidas. Foto – In: https://fratresinunum.files.wordpress.com/2009/02/marcial.jpg?w=300&h=185

 

Após a morte de Degollado, que até o dia de sua morte tinha conseguido manter a plena confiança de João Paulo II e de seus colaboradores mais próximos, a Congregação iniciou um processo de limpeza e de transparência interna fortemente desejado pelo papa Bento XVI. Foi Joseph Ratzinger que, de fato, interveio na congregação dos Legionários enviando como delegado o seu homem de confiança, o canonista Velasio De Paolis, cardeal da cúria que morreu recentemente devido a uma doença grave.

E é exatamente o caminho da transparência que levou a congregação a tornar público o caso de Turrion, como aconteceu em 2012 com outro personagem de destaque do movimento. Na época foi o padre Thomas Williams – decano do Ateneo Pontificio Regina Apostolorum, popular escritor e rosto conhecido da televisão americana como comentarista de notícias do Vaticano para a CBS News – que abalou os Legionários e toda a Igreja ao admitir que teve um relacionamento sexual com uma mulher que também o tornou pai.

Em março, o padre Turrion tinha informado os seus superiores que havia tido um relacionamento com uma mulher e já era pai de uma filha. Por meio do Vaticano, a Congregação tinha encontrado rapidamente um novo reitor, mas foi somente nas últimas semanas que o padre revelou ter tido um segundo filho do mesmo relacionamento, explicando que por esse mesmo motivo estava disposto a deixar o sacerdócio.

Turrion, espanhol, com menos de cinquenta anos e apaixonado por futebol, entrava sempre em campo com os seus seminaristas nos jogos da Clericus Cupa, o torneio entre seminários romanos que ocorre todos os anos, perto de São Pedro.

“Como responsáveis por instituições dedicadas à formação de candidatos ao sacerdócio – declararam os Legionários – estamos conscientes do impacto que o exemplo negativo de um formador e reitor tem sobre eles e sobre os fiéis cristãos. Estamos profundamente entristecidos pelo fato de a história recente da nossa Congregação ter causado a diminuição do fervor de alguns de nossos membros. Estamos firmemente empenhados em acompanhar os nossos irmãos em momentos de dificuldades. Da mesma forma, reiteramos o nosso compromisso com o caminho da renovação”.

Na primavera passada, a Congregação tinha simplesmente concedido a Turrion um período de “reflexão” com o compromisso do sacerdote de não exercer o seu ministério em público.

Agora, porém, chegou, da parte do sacerdote, o pedido de redução ao estado laical, para começar uma nova vida com sua mulher. Turrion tinha sido escolhido como reitor há apenas três anos, em 2014. Na época, ele declarou que “agradecia a confiança” que os Legionários estavam depositando nele para realizar a delicada tarefa de formar os novos sacerdotes.

__________

a Clericus Cup, também chamada Campeonato Mundial Pontifício, é uma espécie de Copa do Mundo de Futebol do Vaticano, disputada por equipes formadas por seminaristas e sacerdotes dos vários colégios romanos. Os jogos acontecem no Oratório San Pietro, que fica ao lado da Universidade Urbaniana.

 

 

Paolo Rodari

Fonte: http://www.repubblica.it/vaticano/2017/10/08/news/rettore_di_seminario_confessa_ho_due_figli_lascio_la_tonaca_-177660086/?ref=RHPPLF-BH-I0-C8-P6-S1.8-T1

 

 

 

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>