O Papa conversará, pela primeira vez, com uma mulher sacerdote

Pelo que Bento XVI vem falando e pelas atitudes que vem tomando até agora, essa notícia abaixo  é uma grande novidade.
Mas o Espírito Santo guia a sua Igreja e é frequentemente surpreendente. Se bem que o tempo de Deus não costuma ser igual ao nosso…
A nós compete rezar e, cada um a seu modo, lutar na Igreja, Povo de Deus, para que o Senhor lhe dê sempre pastores à altura das suas necessidades concretas, aqui e agora. Que sejam sal e fermento para que a Igreja seja sinal de alguma coisa de válido neste início do séc. XXI, uma luz clara e uma esperança firme num mundo tão conturbado e necessitado de sentido e de transcendência. E para que seja mais evidente a definitiva afirmação de Jesus: “Eu sou o caminho, a Verdade e a Vida”.
 
Que o encontro de Bento XVI com a Sacerdotisa e Cônega anglicana da abadia de Westminster, Jane Hedges, seja um sinal de abertura e um bom presságio de um respeitoso e fraterno diálogo sobre um assunto que, cedo ou tarde, a Hierarquia da Igreja vai ter de enfrentar com abertura e determinação, como tantos teólogos, padres, bispos, religiosas e leigos há tanto tempo desejam.
  
João Tavares

Pela primeira vez na história, um Papa apertará a mão de uma mulher sacerdote: será durante a viagem ao Reino Unido, que Bento XVI realizará na semana que vem. Está previsto um encontro entre o Pontífice e a reverenda Jane Hedges, anglicana e canônica da Abadia de Westminster, e deverá acontecer na sexta-feira, dia 17.

A reportagem está publicada no sítio espanhol Religión Digital, 8-09-2010. A tradução é do Cepat.

Hedges é uma sacerdote muito comprometida com a campanha pela ordenação de mulheres bispas na Igreja da Inglaterra.

De acordo com a agência de notícias ANSA, replicando uma informação do The Guardian, esta conversa servirá para colocar no ponto de vista as diferenças e dificuldades de uma irmandade entre a Igreja Anglicana e a Católica.

O Papa Ratzinger chegou a definir a ordenação de mulheres como um crime contra a fé.

Durante a sua tradicional audiência das quartas-feiras, esta manhã, Bento XVI expressou em público o seu desejo de iniciar a viagem pela Inglaterra e Escócia. Ao mesmo tempo que louvava o papel das mulheres na teologia da Igreja assegurando que “as mulheres são capazes de falar com Deus com uma peculiar inteligência e sensibilidade”.

Para ler mais:

  • ”Papa, ordene mulheres já”: as novas propagandas nos ônibus de Londres
  • Propagandas de ônibus pela ordenação de mulheres já circulam em Londres
  • Sacerdócio feminino: abordagens diferentes para a validade da ordenação
  • Vaticano critica a ordenação de mulheres
  • Apesar da advertência do Vaticano, padre reforça defesa da ordenação de mulheres
  • Ordenação de mulheres na Igreja Católica: ‘Acho que é uma questão de tempo’. Entrevista especial com Marinez Rosa dos Santos Bassotto
  • ‘A ordenação de mulheres é uma idéia nova na Igreja e está crescendo’. Entrevista especial com D. Clemente Isnard
  •  
  • Vaticano prevê excomunhão para punir ordenação de mulheres
  • ‘Deus provavelmente não existe. Então pare de se preocupar e aproveite a vida’
  • Deus e os ônibus na Europa
  •  
     

    1 comment to O Papa conversará, pela primeira vez, com uma mulher sacerdote

    • Célia

      Que o encontro de Bento XVI com a Sacerdotisa e Cônega anglicana da abadia de Westminster, Jane Hedges, seja um sinal de abertura e um bom presságio de um respeitoso e fraterno diálogo sobre um assunto que, cedo ou tarde, a Hierarquia da Igreja vai ter de enfrentar com abertura e determinação, como tantos teólogos, padres, bispos, religiosas e leigos há tanto tempo desejam.
      Sim ,Sim, e que a abertura venha também para os sacerdotes homossexuais “casados” anglicanos, e para as sacerdotisas homossexuais “casadas”, pois o reino é para TODOS, e la vale tudo!!!!
      So o Bento para aguentar voces,hein!!! hein!!!

    Leave a Reply

    You can use these HTML tags

    <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>