Alemanha. Debandada de fiéis na Igreja Católica devido a abuso sexual

Escândalo na Igreja católica alemã por milhares de casos de abuso sexual

 .
Religión Digital – 28 Junho 2022 
Foto: Bento XVI e seu irmão, na Capela Sistina, com Coral masculino de catedral alemã, costumeiro foco de pedofilia e efebofilia clerical / DAQUI
.
No ano passado, 359.338 fiéis deram as costas à Igreja, superando o recorde anterior de 273.000 em 2019, dados que mostram a “profunda crise” em que a instituição se encontra, “chocada”, segundo um comunicado do episcopado alemão.
A informação é publicada por Religión Digital, 28-06-2022

Dom Georg Bätzing  (Foto: Reprodução)Chefe do episcopado alemão se declara decepcionado com o Papa Francisco – Fratres In Unum
acrescentou que é necessário dizer adeus à ideia de que o número de praticantes voltará a aumentar e que as igrejas voltarão a encher-se, embora ao mesmo tempo tenha afirmado que as estatísticas constituem para ele um mandato para
“continuar com coragem a caminho percorrido”. .
Quase 360 mil pessoas deixaram a Igreja Católica na Alemanha em 2021, segundo dados apresentados em 27 de junho,
  • um número recorde que, segundo a própria instituição, está relacionado aos escândalos de abuso sexual de menores da Alemanha,
  • no ano passado 359.338 fiéis deram as costas à Igreja, o que supera o recorde anterior, de 273.000, em 2019,
  • dados que mostram a “profunda crise” em que a instituição se encontra, segundo, declarou um “chocado” Georg Bätzing, presidente da Conferência Episcopal.

“Os escândalos que lamentamos dentro da Igreja e pelos quais nós mesmos somos responsáveis em grande medida se refletem no número de saídas”,

disse Bätzing, que acrescentou

  • que não apenas os paroquianos que estavam deixando a Igreja há muito tempo, eles não tiveram contacto com a sua paróquia,
  • mas também muitas pessoas que até agora estavam “muito envolvidas”.

Segundo Bätzing, isso significa que

  • o processo de renovação que a Igreja Católica alemã  empreendeu em 2019 como resultado de uma denúncia de abuso sexual de menores dentro da instituição “ainda não chegou ao contato com os fiéis”.
  • Mas é preciso despedir-se da ideia de que o número de praticantes voltará a aumentar
  • e que as igrejas voltarão a se encher, embora ao mesmo tempo tenha afirmado que as estatísticas constituem para ele um mandato para “continuar com coragem o caminho empreendido”.  

Segundo as estatísticas, a Igreja Católica conta atualmente com 21.645.875 membros na Alemanha, o que representa 26% da população total.

Igreja Evangélica Alemã publicou suas próprias estatísticas em março, que também revelaram um número recorde de desistências, com 280.000 protestantes a menos em 2021.

Religión Digital

Fonte: https://www.ihu.unisinos.br/619895-alemanha-debandada-de-fieis-na-igreja-catolica-devido-a-abuso-sexual

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>